LOGOANIMEFINE.gif

DOSSIÊ COVID NO TRABALHO

logo grande 300 pb.jpg

Vou para fisioterapia respiratória agora.

Baixei de 97 quilos para 92 quilos nesses 21 dias. 

Depois do 15º dia, a febre foi sumindo e meu corpo reagiu. O único sintoma que permaneceu até sexta-feira foi uma dor de cabeça chata e cansativa, que parecia poder arrancar minha cabeça do pescoço. 

Tive sorte: os sintomas da Covid-19 foram leves. Tive azar com a infecção secundária, que deixou meu médico tenso, pois é nessas horas que pacientes podem sofrer internações e entubamentos.

Em casa, minha companheira, Sabrina cuidou muito bem de mim, com carinho e amor, mesmo no triste isolamento (eu no quarto, ela na sala), só nos vendo alguns instantes nas horas das refeições e dos exames de temperatura e saturação (oxigênio no sangue).

É algo assustador. Mais de 400.000 morreram por essa doença. Tive medo, muito medo. Vivemos um momento único e terrível da história. Governos abandonam o povo e o povo se vira na solidariedade. 

"Antes, caminhava sete quilômetros por dia. Hoje 2 km me deixam exausto"

Alexandre Linhares

Jornalista, assessor de imprensa do Sindisep

São Paulo,  41 anos

Depois de 21 dias de afastamento e com 75% da capacidade pulmonar, estou de volta.

Foi bem puxado. Nos primeiros dias tive os sintomas típicos: tosse, dor no corpo, coriza e muita dor de cabeça. Não perdi o paladar e o olfato. Fiquei mal nos 5 primeiros dias e depois fui recuperando. No 10º dia da doença, quando deveria ter tido alta, passei a ter febres, muito enjoo e nenhuma fome. Fiquei quase 3 dias sem conseguir comer, apenas bebendo líquidos. Tive, conforme avaliação do médico, uma infecção secundária: uma bactéria oportunista aproveitou que eu estava doente e passou a me fazer mal. 

Foi feita uma tomografia computadorizada do pulmão. Tomografias são exames parecidos com Raio-X, mas muito mais detalhados, onde pudemos ver o comprometimento do pulmão. Um quarto ficou mal. Minha capacidade respiratória diminuiu. Antes eu caminhava sete quilômetros por dia. Hoje, dois quilômetros me deixam exausto.

alexandre_linhares.gif

Obrigado pela solidariedade.

 

Um forte abraço!