Pandemia

03 de julho de 2020

A nova onda
da rede

Segundo Fabio Malini, há uma onda de influenciadores digitais vinda da periferia que forma uma camada protetora para os movimentos sociais na web

O professor e ensaísta Fabio Malini,  pesquisador sobre ciências de dados, redes sociais e Comunicação Política, acompanhou o movimento de retwites de posts com termos relacionados a hashtag #BrequeDosApps no dia da greve dos entregadores de aplicativos e diz ter identificado a emergência de um “movimento com líder, algo que há tempos não acontece no campo à esquerda”, que conta com a proteção de uma nova onda de influenciadores digitais vindos da periferia e que ganham o espaço no vácuo deixado criado pela pandemia. “A pandemia desativa a dinâmica da influência digital mainstream. Há um êxodo em massa para canais de utilidade pública (como consertar coisas, cortar cabelo, se exercitar, poupar etc), formando uma nova onda de influenciadores que impulsionará esse movimento ainda mais”, comenta no post ao lado (clique na imagem para acessar).

Na imagem, cada cor identifica um perfil ou hashtag e os pontos maiores, a intensidade do tráfego - ou do poder de influência - de cada um. Perfis influentes transformam-se em bolas, que são como centrais de aglutinação e dispersão, no caso da rede, de informações. Um cluster como o do Galo, um dos líderes do #BrequeDosApps, tem poder semelhante a um veículo de comunicação de massa. Fábio define essa incrível rede como “multiverso”, nascido de uma greve que, segundo o professor, “demarca uma sabotagem contra as dinâmicas algorítmicas das plataformas, que, em todas as direções, vêem o trabalho vivo requerendo o seu valor”.

 

Fábio Malini é professor do Departamento de Comunicação, na Universidade Federal do Espírito Santo, onde coordena o Laboratório de estudos sobre Imagem e Cultura (LABIC/UFES). 

“O mais importante fenômeno político da nossa era”

Nesse episódio de Córtex, produzido pelo Estúdio Fluxo, Fabio Malini caminha durante 70 minutos pela avenida Paulista, em São Paulo, e repassa, com Bruno Torturra, os últimos anos de protestos e trends, numa conversa sem cortes. 
logotranspmini.gif

MÍDIAS

Organização

Associação Brasileira de Advogados e Advogadas Sindicais (ABRAS)

Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (DIESAT)

Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social da Faculdade de Direito da USP

Produção executiva

Instituto Macuco (www.institutomacuco.com.br)