Lançamento

27 de novembro de 2019

Memórias do Calabouço, em português

A editora Rua do Sabão prepara uma edição em português do livro-testemunho de Maurício Rosencof e Eleuterio Fernández Huidobro, o Ñato, Memórias do Calabouço. Rosencof conta, na entrevista que deu a Juca Kfouri, exibida na abertura da sexta edição do Congresso, em agosto passado, como essa obra nasceu; de uma promessa que fizera, ele e Ñato, 

Brasília (UnB), e será prefaciado pela professora Maria Aparecida de Aquino, da USP. Segundo o editor, Leonardo Garzaro do Amaral, a previsão é que fique pronta em março do ano que vem. A organização do Congresso prepara, juntamente com os editores, atividade para marcar o lançamento na nossa próxima edição. Aguardem! 

no pior momento de sua prisão. O livro, parte de uma extensa produção que surgiu no Uruguai como forma de denúncia e de resistência aos horrores praticados pela ditadura civil-militar que governou o país entre 1973 e 1985, está sendo traduzido por Ana Helena Oliveira, doutoranda em Literatura pela Universidade de

Rosencof no cinema e na música

O escritor, poeta, jornalista e dramaturgo contou na entrevista, como conseguiu continuar escrevendo, mesmo nas condições desumanas a que foi submetido pelo exército uruguaio por mais de 11 anos. O livro iria inspirar o filme A Noite de 12 anos, dirigido por  Álvaro Brechner, com Antonio de la Torre, Chino Darín e Alfonso Tort, lançado em setembro de 2018. 

Rosencof também conta como escreveu e mandou para fora da prisão, 25 sonetos, escritos para um amor imaginário e adolescente, que povoou a solidão de sua cela. Chamados La Margarita, foram musicados por Jaime Roos, músico bastante popular no Uruguay, e gravados em um álbum conceitual em 1994, com o mesmo nome. A música de Jaime é uma

fusão de Jazz, Tango, Milonga, Candombe y Rock, ou "rock uruguaio". Ele musicou outras obras de Rosencof, como a sua peça de estréia, El Regresso del Gran Tuleque. Leyendas del abuelo, registro das histórias que inventava para que seu parceiro, Ñato, pudesse entreter a neta nas dolorosas visitas na prisão, também está musicada, entre muitas outras. Separamos aqui, além de La Margarita, uma coletânea - Cantares del Calabozo - com letras de vários autores além de Rosencof. 

cantarescalabozo.jpg

Ouça: o álbum completo

Playlist: Clique na imagem acima para abrir uma playlist com todas as canções da coletânea

Reveja: o trecho da entrevista em que o autor fala sobre o livro e os contos. A partir de 30min43s.

marcha.png

Maurício Rosencof faz parte de uma geração que foi duramente atingida pela repressão, com consequências profundas na sua narrativa, construída para dar testemunho e denunciar as atrocidades do regime. Chamada "Geração 45" por parte da crítica, o grupo reuniu nomes importantes na literatura

mundial, como Eduardo Galeano e Mario Benedetti, que tinham como mentor Juan Carlo Onetti, então editor do semanário Marcha, fundado por Carlos Quijano em 1939 e fechado pela ditadura em 1974. A Universidade da República do Uruguai mantém a coleção completa do semanário no Anáforas.

A Geração 45

noite 12 anos.jpg

Assista: o filme está completo na Netflix

grantuleque.jpg

Veja trecho da montagem de 1988

Leia: Clique na imagem para acessar a coleção 

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

05/novembro/2019
24/setembro/2019
09/setembro/2019
30/agosto/2019
29/agosto/2019
logotranspmini.gif
28/agosto/2019
28/agosto/2019
27/agosto/2019
26/agosto/2019
26/agosto/2019
26/agosto/2019
03/julho/2019

Sexta edição discute as consequências da reorganização do  trabalho na América Latina

Organização

Associação Brasileira de Advogados e Advogadas Sindicais (ABRAS)

Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (DIESAT)

Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social da Faculdade de Direito da USP

Produção executiva

Instituto Macuco (www.institutomacuco.com.br)