Lançamento de livro

24/setembro 2019

De volta ao passado

Os primeiros resultados da Remir, Rede de Estudos e Monitoramento Interdisciplinar da Reforma Trabalhista, que reúne pesquisadores da área do trabalho e desde 2017 monitora a aplicação da Reforma Trabalhista, foram apresentados em um seminário, realizado no final de 2018 em Brasília e agora, publicado no livro Lei Reforma trabalhista no Brasil: promessas e realidades, organizado pelos professores José Dari Krein, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Roberto Véras de Oliveira, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e Vítor Araújo Filgueiras, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

revista.jpg

Leia aqui palestra de Dari e Vítor na edição de 2018 do Congresso

Os dados analisados até aqui mostram, segundo os autores, que as medidas promovem uma volta ao cenário pré-CLT, implantada em 1940; um ““eufemismo da modernização” e destacam um movimento de polarização das jornadas, fenômeno que tem inflado de forma exponencial os grupos de trabalhadores superexplorados - com jornadas semanais acima de 49 horas - e sub-ocupados, aqueles que trabalham menos de 14 horas semanais. 

A Rede Brasil Atual entrevistou os autores - leia
a íntegra da entrevista
aqui.

Confira aqui a íntegra do livro.

Organização

Associação Brasileira de Advogados e Advogadas Sindicais (ABRAS)

Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (DIESAT)

Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social da Faculdade de Direito da USP

Produção executiva

Instituto Macuco (www.institutomacuco.com.br)